Google treina algoritmos para detectar cegueira precoce em pacientes

Home / Tecnologia / Google treina algoritmos para detectar cegueira precoce em pacientes

O Google está usando aprendizado de máquina para ajudar na cura de uma forma comum de cegueira, a retinopatia diabética. Trata-se de um tipo de cegueira crescente no mundo e ainda não possui cura, porém, se identificada no início, pode ser tratada antes de um paciente começar a perder a visão.

A doença é diagnosticada ao examinar uma imagem do fundo de olho. A equipe do Google, então, passou os últimos anos desenvolvendo um banco de dados de 128 mil imagens individuais, cada uma examinada por três a sete oftalmologistas. Ao marcar as áreas danificadas do olho, no caso microaneurismas e hemorragias, e depois alimentando tais dados em um sistema de machine learning, o Google conseguiu construir uma ferramenta de diagnóstico bastante confiável.

Segundo a própria companhia, quando testado em 12 mil imagens, o diagnóstico do sistema estava a mesma altura dos diagnósticos feitos por oftalmologistas humanos.

“São resultados animadores, mas ainda há muito trabalho a ser feito”, declarou Lily Peng, gerente de produto do Google e Varun Gulshan, engenheiro de pesquisa em post publicado em blog da companhia.

O Google disse que planeja incorporar a tecnologia em digitalização 3D para analisar as camadas do olho em detalhes para melhores diagnósticos. “Nós esperamos que nosso estudo seja apenas um dos muitos exemplos que virão para demonstrar a habilidade do aprendizado de máquina para ajudar a resolver problemas importantes em digitalização na área de saúde de forma mais ampla”, disse a companhia.

A companhia também informou que busca automatizar o processo do diagnóstico, algo que ajudaria a atender pacientes em regiões remotas que podem não ter fácil acesso a especialistas.

Fonte: http://bit.ly/2h0BoqX

Recent Posts
Entre em contato conosco

Nós não estamos online no momento, mas assim que o seu email for lido, será imediatamente respondido.